Sucos naturais, amigos da sua saúde
22 de novembro de 2020
Com prudência se vai longe
1 de dezembro de 2020

Semana abençoada em Porto Alegre

Foto: Rodrigo Di Castro

Claudia Santos


O Missionário levará a Palavra de Deus à sede estadual da Igreja da Graça no Rio Grande do Sul. Vá e receba sua vitória!

Durante os cultos realizados por R. R. Soares, pessoas são curadas de várias enfermidades. Muitas se livram de problemas nos braços, joelhos, pés, na coluna e nas pernas. Algumas, ao voltar a andar normalmente, pulam de alegria. Há também os que alcançam a libertação de vícios e recebem bênçãos financeiras na família.

Se você precisa de um milagre, compareça aos cultos comandados por esse pregador em Porto Alegre (RS), no dia 1/12, às 9h, 14h e 19h, na sede estadual da Igreja da Graça (Rua Júlio de Castilho, 492 – Centro). Seja abençoado, como aconteceu com os participantes das reuniões no Rio de Janeiro, ocorridas em 10/11 e 17/11.

Na ocasião, o Missionário ressaltou a importância de aceitar Cristo. “A pessoa precisa ter um encontro com Jesus, para que os anjos do Senhor a livrem de todo mal”, declarou, no segundo culto, na sede estadual da IIDG, em Madureira (RJ), citando o Salmo 34.7: O anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem, e os livra.

Sintomas resistiam aos medicamentos

O pregador orientou os participantes a vencer os problemas, lembrando o texto de Filipenses 4.13: Posso todas as coisas naquele que me fortalece. Essas palavras aumentaram a fé de Maria Helena Alves. Em busca do milagre, ela saiu de Sepetiba, na zona oeste da Cidade Rio de Janeiro, e foi até Madureira, bairro do subúrbio carioca, percorrendo uma distância superior a 50km.

“Praticamente atravessei a cidade, pois não podia perder a chance de clamar com o Missionário, para Jesus me curar de coceira e queimação nas costas. O problema já durava cinco anos, e nenhum tratamento dava resultado. Nem conseguia mais dormir direito.”

Maria Helena – Foto: Rodrigo Di Castro

Segundo Maria Helena, “coçava demais, e, às vezes, surgiam feridas, e minava secreção. Nos dias quentes, a agonia era maior. Eu passava pomada e tomava medicamentos, inclusive injeções, receitados pelos dermatologistas, mas nada adiantava. Nos últimos tempos, a situação piorou. A coceira chegou à minha cabeça, provocando uma sensação terrível.”

Maria Helena diz ter chegado ao culto com desconforto. “Parecia estar encostada em uma panela quente. Porém, na oração pelos enfermos, fiquei livre do incômodo. Retornei para casa sem os sintomas e tenho dormido bem, graças a Deus!”

Participe dos cultos na sede estadual da Igreja da Graça no Rio de Janeiro, situada na Praça Armando Cruz, 120 – Madureira.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *