Mamografia pode salvar vidas
11 de outubro de 2021
Milagres na Hungria
25 de outubro de 2021

Milagre na UTI

Iraci e lsmair estão curados – Foto: Arquivo pessoal

Amanda Pieranti


O novo coronavírus chegou de forma preocupante para Iraci de Souza Palhano. Além dela, o esposo Ismair Palhano, dois filhos, a nora, o genro e a sobrinha adoeceram de covid-19. O mais prejudicado foi o esposo. “Ele ficou em estado gravíssimo, com 70% dos pulmões comprometidos, eu, com 20%, e cada filho, com 25%”.

Ismair precisou ser internado. “Ele mal conseguia respirar, e trouxeram logo o respirador enquanto aguardavam vaga em um leito na unidade de terapia intensiva”.

Naquele momento, ela ligou para a pastora da Igreja da Graça onde congrega, que prontamente orou pelo marido. “Coloquei o celular no ouvido dele e, cinco minutos depois, ele já pediu que retirassem o respirador, pois tinha melhorado um pouco”.

Os médicos insistiram na necessidade de entubação. “Ainda ouvi quando disseram sobre a grande probabilidade de morte. Meu coração doeu muito naquela hora”, conta Iraci.

Na porta da UTI, antes de Ismair ser internado, a esposa se lembrou das pregações do Missionário e de algumas passagens bíblicas. “Declarei bem alto: A Tua Palavra fala que não nos dás dor insuportável e que livraste Daniel de ser devorado pelos leões. Então, salva meu esposo da covid, Senhor!”.

Família livre da doença

Patrocinadora fiel do Show da Fé, Iraci perseverou em prol da própria recuperação e da cura de seus familiares. “Na ocasião, os irmãos da Igreja oraram por nós”.

No dia seguinte à hospitalização de Ismair, ela foi ao local em busca de informações. “Pedi que a médica se encontrasse comigo na portaria e, de longe, ao me ver chorando, ela perguntou o motivo. Expliquei sobre meu receio de meu esposo ter sido entubado, e ela destacou: duas horas e meia após a internação na UTI, ele retornou para a enfermaria. Foi justamente na hora em que eu entregava meu patrocínio. Passado um tempo, ele teve alta. No hospital, as pessoas consideram meu marido um milagre.”

O restante da família também ficou livre daquele mal. “Meus filhos foram medicados, e eu, mesmo sendo paciente de risco, pois tenho pressão alta, arritmia cardíaca e diabetes, fiz o tratamento em casa e não precisei de internação.”

Iraci é grata ao Senhor e ao suporte recebido do ministério da Igreja da Graça. “Os pastores oravam diariamente conosco, e bebíamos a água consagrada pelo Missionário R. R. Soares durante o programa de TV. Vencemos com o exército de Jesus, e Deus honrou o patrocínio entregue com aquela finalidade.”


Hilda Rosas – Foto: Rodrigo Di Castro

Madrugadas de guerra

Dor forte nos olhos e na cabeça. Febre alta e resistente aos remédios. Esses sintomas foram apresentados pelo filho de Hilda Rosas Pereira, antes de constatar a covid-19. Em seguida, sentiu fraqueza nas pernas, falta de apetite e perda do olfato. “Quando ele falou comigo, já estava debilitado, e comecei a clamar a Deus pela vida dele.”

A oração de Hilda se tornou diária: “Pedi que o Senhor o guardasse dessa doença terrível. Senti Jesus falar comigo: ‘Dobre seu joelho e jejue pelo seu filho’. E assim fiz”.

Muitas vezes, o medo tentou derrubar a fé de Hilda. Porém, para não fraquejar, ela despertava de madrugada para guerrear pelo rapaz. “Eu ia visitá-lo de longe e percebia aquele olhar de pavor. Então, eu orava mais ainda, pedindo que Jesus o livrasse da morte.”

Dessa forma, o filho dela venceu o novo coronavírus. “A Igreja da Graça me ajudou em oração. Agora, ele está curado. Já voltou até a trabalhar”.


1 Comment

  1. Iraci de Souza palhano disse:

    Graças a Deus eu Iraci e o Ismair e nossos filhos estamos todos muito agradecidos a Deus e o poder da oração e a importância do patrocínio…Deus nus honrou e está honrando até hoje🙏

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *