Nova chance para ser feliz
24 de janeiro de 2022
O gelado de todas as estações
17 de fevereiro de 2022

Expeliu nódulo

Maria Gecilda da Silva – Foto: Rodrigo Di Castro

Anormalidade impedia Maria Gecilda de falar e se alimentar direito


Amanda Pieranti


Um alto-relevo debaixo da língua, do lado direito, incomodava Maria Gecilda da Silva durante a escovação dos dentes. “Era algo endurecido, anormal. Convivi com isso por três anos, sem procurar ajuda médica ou odontológica.”

No entanto, nos últimos meses, a situação se agravou. “Um dia, acordei sem conseguir falar e inchada. Também não podia me alimentar direito. O local estava dolorido”, conta ela, telespectadora assídua dos programas do Missionário R. R. Soares.

Passando mal, Gecilda participou de uma reunião na Igreja da Graça. “Confiante, supliquei pela cura. Clamava com o Missionário, fazia gargarejo com a água consagrada e ungia meu pescoço. Assim, Jesus me abençoou.”

Usou a fé e se livrou do problema

Certa noite, Gecilda sentiu algo arranhando sua boca. “Quando olhei no espelho, parecia estar nascendo um dente. Então, bochechei e expeli o que me incomodava havia três anos.”

Era um nódulo com a textura de uma pedra-pomes. Em seguida, Gecilda voltou a falar e se alimentar normalmente. “No local, ficou um buraco que cicatrizou logo. Usei a fé e fui sarada”, afirma Gecilda, membro da IIGD em Alcântara – São Gonçalo/RJ (Rua Manoel João Gonçalves, 500), liderada pelo Pr. Paulo Borges.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Follow by Email
Instagram
WhatsApp