Venceu três enfermidades
13 de setembro de 2021

“Era uma sensação de morte”

Silvia Tereza – Foto: Rodrigo Di Castro

Claudia Santos


A declaração é de Silvia Tereza, que sentia muita dor e urinava sangue devido a um problema renal

Ao sentir forte desconforto nas costas, Silvia Tereza Vidal Velasco procurou um médico e descobriu ter cálculo renal. Também conhecida como pedra no rim, a enfermidade surge quando uma massa sólida se forma no órgão, criando pequenos cristais em qualquer local do sistema urinário.

A doença pode ser provocada pela alimentação rica em proteína e sódio, associada ao pouco consumo diário de líquidos. O principal sintoma é dor intensa nas costas, capaz de limitar os movimentos e causar náuseas. A pessoa pode ainda ter febre acima de 38 graus.

“Além de receitar vários remédios, o especialista disse que eu precisava fazer uma cirurgia para retirar a pedra e a areia do meu rim, vistas no primeiro exame. Enquanto aguardava a operação ser marcada, tive várias crises. De repente, ficava com febre e bastante dor de cabeça e nas costas. Só conseguia me levantar da cama com a ajuda da minha filha. Era uma sensação de morte.”

Expeliu o cálculo

Mesmo ela usando a medicação, o distúrbio se agravava. “A pedra parecia estar me espetando. Em uma das crises, fiquei com a bexiga doendo e urinei sangue. Preocupados, minha filha e meu esposo me levaram ao hospital. O médico receitou apenas um antibiótico e me mandou voltar para casa, apesar de eu estar me contorcendo de dor.”

Ao tomar o medicamento, Silvia teve uma forte reação, piorando o seu quadro. “Fiquei com enxaqueca, incômodo no estômago e ânsia de vômito. Então, pedi ajuda a Deus, assistindo ao SOS da Fé com o Missionário R. R. Soares. Participei da oração, tomei a água consagrada e mandei embora aquele mal.”

A resposta do Todo-Poderoso veio no dia seguinte. “Quando acordei, fui ao banheiro e consegui expelir a pedra. Desde então, não urinei mais sangue. A dor nas costas e os outros sintomas desapareceram. Com isso, foi descartada a necessidade da cirurgia. Sou grata a Jesus pelo milagre.”


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *