Jornal Show da Fé – 185
1 de junho de 2021
Diabo queria beber o sangue dele
1 de julho de 2021

Acredite, nada é impossível!

Juan, ao lado da família, reconhece: sem fé em Cristo, ele poderia ter sido derrotado pela covid-19 – Foto: Arquivo pessoal

Amanda Pieranti


Diante de uma situação difícil, como uma grave doença, você mantém a calma? Acredita que tudo é possível a quem crê em Deus? Se a sua resposta para essas duas perguntas for negativa, talvez seja hora de repensar a forma como tem enfrentado os problemas.

“Quando colocamos a fé em ação, milagres extraordinários acontecem: doentes são curados, casamentos, restaurados; dependentes químicos, libertos; endividados, regularizados”. A declaração é do Pr. Daniel Carlos de Jesus Bahiano, da Igreja da Graça. 

Segundo o pastor, o fundamento dessa afirmação está em Marcos, capítulo 9, versículo 23: E Jesus disse-lhe: Se tu podes crer; tudo é possível ao que crê. “Do ponto de vista bíblico, quando compreendemos a criação de todas as coisas pela Palavra de Deus, mediante a fé (Hebreus 11.3), concluímos que, com ela, podemos resolver qualquer ocorrência, até mesmo as impossíveis”.

Nesta edição, o Jornal Show da Fé traz algumas histórias de pessoas que venceram os mais variados problemas e conflitos, até mesmo a morte, embora as evidências mostrassem o contrário.

Entre a vida e a morte

O jovem Juan Tadeu Dutra Frutuoso, de apenas 23 anos, poderia ter sucumbido à covid-19 se não cresse no poder do Senhor. O rapaz foi contaminado logo no início da pandemia no Brasil, em 2020. “No dia 27 de março, acordei com falta de ar. Coloquei o ventilador bem no rosto para poder respirar, mas continuava ofegante. Fui levado ao pronto-socorro, onde fiquei internado. Lá, me entubaram, e apaguei”. 

Em estado grave, Juan foi transferido. “O médico chamou meu pai e o alertou sobre o risco de falecimento. Meus pulmões estavam tomados pelo coronavírus. Inclusive, ao perceberem a fé dele, os especialistas pediram oração pela equipe de saúde responsável pelo meu tratamento, pois era uma doença desconhecida. E deram o prazo de 72 horas para ver se eu reagiria à medicação”. 

O primeiro livramento que Juan recebeu foi na transferência de unidade hospitalar, pois foi entubado de forma errada. “Fizeram novamente o procedimento e, passadas 72 horas, eu continuava piorando. Fiquei entre a vida e a morte”.

A família e os membros da Igreja da Graça fizeram uma corrente de fé pela recuperação de Juan. No dia 12 de abril, ele acordou. “Eu sentia muita saudade da família. Meu filho mais novo tinha acabado de completar um ano. Na verdade, ele fez aniversário na véspera da minha internação. Nem pude abraçá-lo, pois estava mal”. 

Orou com o Missionário

Certa vez, Juan conseguiu ver o SOS da Fé. Depois, orou com R. R. Soares pela TV. A oração parecia ir ao encontro do paciente. “O Missionário dizia: ‘Essa pessoa que não pode participar do programa porque está na UTI, angustiada, longe da família e dos amigos. Onde ela estiver, vai ser curada em Nome de Jesus’. Pensei: Ele está falando comigo! E fortaleci minha fé”. 

No dia seguinte, o rapaz apresentou melhoras. “Uma enfermeira falou para mim que Deus estava me dando vida o tempo todo. Ela dizia: ‘Aproveita esta oportunidade!’. Agarrei aquelas palavras. Os médicos falavam em me transferir para a enfermaria, e, aos poucos, fui sendo estimulado a respirar sem auxílio. “No dia 19 de abril, respirei bem, sem sentir cansaço. Diante disso, abandonei o respirador. Em 20 de abril, saí da UTI e comecei a me alimentar”.

Dia 24 do mesmo mês, Juan teve alta. “Os médicos disseram que eu era um milagre. Deus é fiel, independentemente das circunstâncias. Passei pelo vale da sombra da morte, mas estava ali, segurando a mão do Senhor”.


Ele perdeu meio milhão de reais

Quando se afastou da presença de Jesus, em 2018, o comerciante Henio Teixeira da Silva, revendedor de chuchu há 20 anos, passou a beber, endividou-se com um agiota, e seu comércio deixou de ser lucrativo. “Tudo dava errado”.

Foto: Arquivo pessoal

Os problemas financeiros eram gigantes: “Comecei a pagar juros sem ganhar dinheiro. Precisava pagar fornecedores, funcionários, contas de casa, e não conseguia. O plano de saúde da família e o colégio dos meus quatro filhos estavam atrasados. Fiz uns cálculos e percebi o prejuízo de, aproximadamente, meio milhão de reais, ou mais, e estava endividado em 260 mil reais. Era uma perda em cima da outra”.

A oportunidade de mudar

Certa ocasião, Henio reconheceu o pior erro de sua vida: ter se afastado de Deus. “Orei ao Senhor dizendo que, se Ele me desse a chance de voltar para os Seus caminhos, iria honrá-Lo. Então, ouvi a voz do Pai, garantindo uma nova oportunidade para mim”.

Henio se acertou com o Altíssimo, usou a fé e voltou a prosperar: “Passei a olhar para Jesus, e Ele tem me honrado. O segredo do sucesso é ouvir a Sua voz sempre. Sou grato pelas bênçãos recebidas”.

Deus tem concedido dádivas mesmo em meio ao cenário conturbado. “Estou colhendo mais vitórias. Enquanto muitos murmuram, creio na Palavra. Paguei grande parte das minhas dívidas, troquei meu carro no ano passado e pretendo comprar outro 0km ainda neste ano. As vendas no meu comércio estão excelentes!”.


Sonho foi realizado

Claudia Santos

Compra de móveis, vestido de noiva, buffet, chá de cozinha, lista de convidados e exame pré-nupcial. Estava tudo encaminhado para o casamento de Daiana dos Santos Albuquerque e Marcelo Simões. Porém, um diagnóstico causou uma reviravolta nos preparativos do grande dia: a noiva tinha toxoplasmose [infecção que pode levar ao aborto ou causar graves complicações para gestantes e para o feto, como danos neurológicos e convulsões].

Foto: Rodrigo Di Castro

“De acordo com o médico, caso eu conseguisse engravidar, a chance de o bebê nascer com alguma deficiência seria de quase 100%. Nós rejeitamos aquele prognóstico e começamos a orar nas campanhas da família, realizadas na Igreja da Graça. Eu precisava lutar pelo meu sonho de ser mãe”, diz Daiana. 

Após o matrimônio, o casal continuou buscando a bênção. “Os filhos são heranças do Senhor. Então, crendo na vitória, repeti os exames, e o resultado deu negativo para a doença. Levei-o à especialista, e ela alegou erro”.

Dois anos se passaram, e a moça engravidou. “Durante a gestação, novas avaliações afastaram, mais uma vez, qualquer possibilidade de eu ser portadora da toxoplasmose. Jesus, realmente, mudou aquela situação. Meu filho nasceu perfeito, e, depois, tivemos mais duas crianças saudáveis. Assim, formamos nossa família feliz”.


Drogado, catava comida no lixo

Foto: Divulgação IIGD

A partir dos 14 anos, comecei a me envolver com diversas drogas: maconha, cocaína, crack, cola de sapateiro, solvente, álcool e cigarro. Os colegas da cidade onde eu morava usavam essas substâncias e me ofereceram para experimentar. Quando vi, era tarde demais. Fiquei nesse sofrimento até os 42 anos. Andava pelas ruas escutando vozes e vendo vultos. Saía correndo igual a um bicho no meio do mato. Não comia nem dormia. Ficava 24 horas drogado. Eu catava lixo nos tambores para comer, a fim de sobreviver, como mendigo mesmo. Tentei tirar minha vida. Mas, quando Deus tem planos para nós, não adianta o diabo querer nos arrastar. Existe a intercessão, algo muito importante. No meu caso, a minha irmã mais velha orava por mim. Ela formava grupos de oração e clamava dia e noite. Foi uma guerreira na fé. Em 2008, dei um passo na direção de Jesus: ouvi a Palavra na Igreja. Conversei com o pastor e pedi um conselho para sair daquela situação. Ele me ensinou a jejuar. Iniciei meu processo de libertação e, durante quatro anos, ia ao templo diariamente. Mergulhei na Palavra para me purificar. Assim, o Senhor me transformou. Conheci minha esposa na Igreja, e a vida está completa”.

José Nobel de Paula, montador, membro da Igreja da Graça 

Fé pode mudar qualquer situação

Foto: Arquivo pessoal

A chave da vitória é crer contra as evidências. Talvez, a melhor definição disso esteja em Hebreus 11.1: Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam e a prova das coisas que se não veem. Ela é uma expectativa de futuro, de algo inexistente, ou fora do alcance naquele momento. Entretanto, com convicção, o nosso desejo é alcançado. Em contrapartida, se duvidarmos, não receberemos nada do Altíssimo. Para ter fé, é preciso estar próximo a Deus. Uma vez conhecendo o Todo-Poderoso, encontraremos motivos para confiar. Orando e meditando na Palavra, nós nos alimentamos e aperfeiçoamos e, assim, vemos o quanto a confiança no Criador é capaz de modificar as circunstâncias”.

Pr. Daniel Carlos Bahiano  


5 Comments

  1. Fernanda Castro disse:

    Para quem crê, nada é impossível mesmo! É o Deus dos impossíveis!

  2. EDVANI MAIA disse:

    Eita Deus dos impossíveis!

  3. Glórias a nosso Deus e PAI do nosso SENHOR e Salvador Jesus Cristo. Quero sempre depender desse nosso Deus.
    Que a PAZ esteja em todo ministério, IIGD, amém 💗

  4. DAIANA DOS SANTOS ALBUQUERQUE ARAUJO disse:

    Deus é tremendo! Só a gratidão em meu coração pelas heranças que são meus filhos que Ele me presenteou!

  5. Ester Oliveira disse:

    É lindo ver o Senhor agindo em nossas vidas e ler essas histórias fortalece ainda mais a minha fé.Deus seja louvado!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *