Compra surpreendente
1 de julho de 2021
Ela corria risco de nunca mais andar
1 de julho de 2021

Diabo queria beber o sangue dele

Foto: Arquivo pessoal

Amanda Pieranti


Quem chega à Igreja Internacional da Graça de Deus e vê o Pr. Jean Reimão no altar, pregando a Palavra, nem imagina o quanto ele sofreu. A causa da angústia era o envolvimento dos pais dele na feitiçaria.

Aos 12 anos, Jean vivia atormentado. “Era perseguido pelo diabo e não conseguia dormir direito. Acordava de madrugada, ele aparecia para mim e dizia: ‘Vou beber seu sangue’. Eu saía gritando com medo, pedindo socorro à minha avó. De tanto chorar e gritar, até desmaiava”.

Um acidente quase lhe tirou a vida aos 14 anos. “O portão da casa de uma vizinha caiu em cima de mim, e uma das lanças dele entrou na minha cabeça, rasgando-a. Perdi muito sangue e fiquei entre a vida e a morte no hospital. Os médicos avisaram que só Deus poderia me salvar e evitar qualquer sequela”.

Mudou a rota

A avó, então, passou a orar com o Missionário R. R. Soares pela tevê. “Quando ele fazia a oração da água consagrada, ela colocava a mão no televisor e deixava o copo ao lado do aparelho”.  

Por meio do programa, a família começou a frequentar a Igreja, na intenção de ver Jean curado. “Os pastores clamaram pela minha recuperação, e eu sobrevivi”.

Na Igreja, ele iniciou a caminhada com Jesus, buscando a própria libertação. “O demônio dizia que eu era dele, porque meus pais tinham entregado a minha vida aos espíritos malignos. Nas reuniões, eu chegava a manifestar demônios”.

Ouvindo a Palavra, Jean se envolveu com os ministérios da Igreja, além de continuar assistindo ao Missionário. “Dessa forma, Jesus me libertou completamente. Recebi o chamado do Altíssimo para fazer a obra. Já são 23 anos como pastor”.


3 Comments

  1. Davi Almeida disse:

    Muito forte. Jesus é bom!

  2. Pastor Thiago Lopes disse:

    Glória a Deus por essa grande obra!!!!

  3. Ester Oliveira disse:

    Que maravilha!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *