“Este aí abaixou umas 50 vezes”
21 de fevereiro de 2021
“As coisas sempre funcionam com Deus”
8 de março de 2021

Yes, nós temos banana!

Foto: PixaBay

Amanda Pieranti


Conheça os benefícios e as diferenças entre cada tipo dessa fruta protetora do coração

Você sabe o quanto a banana é riquíssima em nutrientes essenciais para o bom funcionamento do nosso organismo e, consequentemente, para nossa saúde? Rica em potássio, ela auxilia na prevenção de câimbras e, até mesmo, infartos.  

“Quando consumida dentro de um plano alimentar equilibrado, a banana ajuda a evitar problemas cardiovasculares, pois o potássio, nutriente pelo qual é bem conhecida, é um mineral bom para regular os batimentos cardíacos, coopera com a pressão arterial, diminui o risco de infartos e derrames e contribui para a contração muscular, prevenindo câimbras”, resume a nutricionista Ana Paula Murbach.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo de 400g de frutas e vegetais por dia, de forma variada, equivalendo a cinco porções de 80g. “Isso não quer dizer que a pessoa deva comer cinco bananas, pois a alimentação precisa ser a mais colorida possível. Mas isso também não significa que comer três ou cinco unidades lhe fará mal. Você apenas deixará de ingerir outros nutrientes, se não consumir cores variadas de alimentos. Tudo está baseado em equilíbrio e moderação”, orienta a profissional. 

Sem grandes contraindicações – em casos raros, para quem tem problemas renais, devido à presença do potássio –, a banana é uma das primeiras a participar da introdução alimentar do bebê. “Isso por ela ser bastante nutritiva, e sua consistência, de fácil mastigação e deglutição.”

Dicas e cuidados na hora de comer

Atenção: a aparência da fruta e seus diversos tipos estão relacionados a valores nutricionais distintos. “A maturação dela influencia no teor de nutrientes. Assim, em cada fase, temos diferenças. A banana verde cozida, que está em alta, possui um amido resistente, bom no controle do colesterol, da glicemia e prisão de ventre”, esclarece a nutricionista.

Quanto mais madura a banana, mais açúcar ela tem. “Então, é ideal para quem precisa de energia imediata, como praticantes de atividades físicas, que a consomem no pré-treino, ou para os que desejam ganhar peso”, afirma Ana Paula Murbach. “Esses podem ingerir até cinco unidades por dia”, completa. Como se trata de um alimento rico em carboidrato, a nutricionista recomenda, em caso de sobrepeso, comer uma a duas bananas ao dia, como lanche, nos intervalos das refeições ou em substituição ao pão no café da manhã.

Os tipos de bananas e suas propriedades – Foto: Pixabay

Prata: pouco doce, é uma das que mais demoram a amadurecer. Cada 100g tem 89 calorias.

Nanica: também conhecida como banana d’água, levemente laxante, tem 87 calorias em 100g.

Da terra: a maior de todas, tem 122 calorias em 100g, devendo ser consumida quente. Apresenta maior quantidade de vitaminas A e C.

Maçã: exala o aroma dessa fruta, sendo ideal para crianças e idosos. Mas cuidado, pois ela tende a prender o intestino.

Ouro: a menor e mais calórica de todas, tem, em média, 150 calorias em 100g. É mais doce se comparada às demais.

Foto: Pixabay

Sugestões para consumo:

  • Banana quente com canela
  • Vitamina de banana
  • Banana picada com aveia
  • Banana com iogurte
  • Crepioca com banana
  • Bolinho de banana com aveia, ovo e canela

1 Comment

  1. Caroline Vanessa disse:

    Nossa, eu realmente naw sabia sobre tudo isso das bananas. Sabia q era boa para as cãibras, apenas. Adorei está entrevista mto bem está matéria, com vários detalhes e gostei tbm de como a nutricionista explica tudo de um jeito fácil que dá para entender. Por favor, mais matérias assim!!!!! Bjss a todos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Follow by Email
Instagram
WhatsApp