Nova chance para ser feliz
24 de janeiro de 2022
O gelado de todas as estações
17 de fevereiro de 2022

O Show da Fé

Durante muitos anos, o programa, que existe há quase duas décadas, foi apresentado exclusivamente durante os cultos na sede da IIGD em São Paulo. – Foto: Rodrigo Di Castro

Amanda Pieranti


Há quase 20 anos no ar, programa apresentado pelo Missionário rende frutos de uma semente bem plantada: a Palavra de Deus

Com mais de seis mil edições gravadas, o Show da Fé, apresentado e dirigido pelo Missionário R. R. Soares há quase duas décadas, segue firme na TV, abençoando milhares de pessoas no Brasil e em várias partes do mundo.

Voltado a quem deseja ter uma vida direcionada pela Palavra, independentemente de religião e da faixa etária, a atração televisiva alcança 191 países (entre eles, Estados Unidos, Rússia, Espanha, Portugal, México, Costa Rica, Argentina, Uruguai, Peru, África do Sul, Índia e Coreia do Sul), em 25 idiomas, com tradução simultânea para algumas línguas durante a realização dos cultos.

No Brasil, reprogramado para ir ao ar com mais tempo de duração em 2022, ele continua sendo exibido de segunda a sábado, às 21h, na Rede Internacional de Televisão (RIT), e, na Rede TV!, das 20h30 às 21h30. Tendo como base as Escrituras Sagradas, o Missionário ensina, de forma clara e simples, a importância de crer em Jesus, obedecer aos mandamentos divinos e segui-los. Além da pregação da Palavra, o programa exibe atrações musicais da Graça Music, campanhas evangelísticas de R. R. Soares e depoimentos de quem foi transformado pelo Evangelho mediante esse veículo.

O Show da Fé é exibido de segunda a sábado, às 21h, na Rede Internacional de Televisão (RIT), e na Rede TV! , entre 20h30 e 21h30. – Foto: Divulgação

Por trás das câmeras

Para colocar no ar o Show da Fé, há uma equipe técnica formada por cinegrafistas, diretores, editores, jornalistas, produtores e sonoplastas. Entre eles, está Bianca Bernardes Michelazzo, a colaboradora mais antiga da programação: são 17 anos no departamento e 12 à frente da equipe. Para ela, é um privilégio aliar sua fé ao seu trabalho. “Minha dedicação está condicionada ao meu amor ao Senhor, a quem sirvo, pois creio que a comunicação é uma das formas de expandirmos o Reino dEle. Sinto-me uma facilitadora desse processo, usando a técnica para praticar o que o Espírito Santo inspira.”

A coordenadora Bianca Bernardes – Foto: Arquivo pessoal
Os editores da tarde: Keyla Santos, Fabiano Diaz, Mateus Januário e Fabio Posar – Foto: Arquivo pessoal
Os editores da manhã: Wallace Medeiros, Priscila Soares, Leandro Rosa e Rodrigo Martins – Foto: Arquivo pessoal
As produtoras: Flávia Nunes, Tayane Arruda, Gabrielle Bastos, Barbara Grifoni e Isabella Aleixo – Foto: Arquivo pessoal
O produtor Paulo Jr. – Foto: Arquivo pessoal
Os jornalistas Eric Rubino, Patrícia Saraiva e Caroline Fernandes – Foto: Arquivo pessoal

Evangelizado por meio da TV, hoje é pastor

O Pr. Marlei Vagner – Foto: Arquivo pessoal

Sustentado pela fé e contribuição dos patrocinadores da obra de Deus, esse atrativo dá frutos diários. São milhares de testemunhos de pessoas curadas, libertas e prósperas, após conhecerem Cristo por intermédio do programa.

Marlei Vagner Lucio é pastor da Igreja Internacional da Graça de Deus em Barbacena (Avenida Bias Fortes, 851, Centro – MG). Porém, a história de transformação dele é desconhecida de muita gente.

Ex-dependente químico, ele travou uma luta para se libertar. “Fui apresentado à maconha e cocaína aos 17 anos. Eu ficava três, quatro dias fora de casa me drogando. Também bebia e fumava. Até álcool puro já bebi.”

Ele gastava todo o dinheiro com o consumo desses produtos. “Quando chegava à minha casa, mentia, dizendo que tinha sido assaltado. Já rasguei minha própria roupa para forjar essa situação e evitar falar a verdade.”

Marlei não queria parar com aquela prática. “Meus filhos me viam drogado. Na última vez em que usei cocaína, fiquei deitado no chão do banheiro, à beira de uma overdose. Chorando, meu filho Gabriel me perguntou: Por que você faz isso?

Marlei, antes de conhecer Jesus – Foto: Arquivo pessoal

O encontro

Um dia, zapeando a tevê, Marlei se deparou com o programa do Missionário R. R. Soares. “Comecei a assistir à atração em 2006. Gostei da tranquilidade dele ao pregar. Eu nunca tinha visto alguém ensinar a Palavra daquela forma, sem parecer algo chato. Tornei-me telespectador assíduo e compenetrado do Show da Fé. O Criador mostrou ter um propósito para mim, e eu desejava visitar uma Igreja da Graça.”

Marlei Vagner passou a buscar por sua libertação. “Eu nem sabia orar ainda, mas conversava com Deus, dizendo: Sei que estou fazendo coisas erradas, mas o Senhor não quer isso para mim. E, com o programa, encontrava a paz tão necessária naquele momento de dificuldade. Entendia cada palavra pregada pelo Missionário. Muitas vezes, ele parecia estar falando comigo, ao afirmar que as drogas nos aprisionam.”

Tempos depois, Marlei Vagner começou a frequentar a Igreja da Graça, e tudo mudou aos 33 anos: “Decidi largar aquelas práticas e fui congregar na Igreja. Lá, encontrei forças e fui liberto. Em janeiro de 2009, comecei a me envolver com a obra de Deus até me tornar pastor.”

O tio e o irmão de Marlei Vagner também foram resgatados da compulsão graças ao testemunho dele. Além disso, seus cinco filhos estão convertidos ao Senhor: “O programa é uma porta aberta para ganhar almas como a minha. Sou grato à Igreja da Graça. São 13 anos no ministério e 6 como pastor.”

Curas e bênçãos em família

Em 2006, após o nascimento do filho, Elisiane Alves Fraga enfrentou a depressão e o pânico durante quatro anos. “O diabo me trazia pensamentos ruins. Era uma perturbação mental!”, recorda-se.

Ela fez terapia, tomou remédios, mas, sem forças, interrompeu o tratamento. Uma tia, vendo o estado de Elisiane, recomendou-lhe assistir ao Show da Fé. “Ela orava com o Missionário todas as noites. Meu sobrinho foi curado, e meu primo, que tinha o canal lacrimal fechado, necessitando de cirurgia, foi sarado após ter os olhos lavados com a água ungida. Passei a acompanhar o pregador na tevê, fui fortalecida pelos testemunhos e fiz o propósito da água. Assim, fiquei livre da depressão.”

Elisiane e André – Foto: Arquivo pessoal

Recentemente, Elisiane adoeceu de covid-19, sendo entubada em estado gravíssimo. Durante a internação, adquiriu uma infecção bacteriana que chegou à corrente sanguínea. Mas, no Show da Fé, os familiares e o esposo dela, André Schierenbck Fraga, também encontraram apoio espiritual para clamar pela cura. “Chamaram meu marido e meu filho ao hospital duas vezes, para se despedirem de mim, quando fui entubada. Como eu tinha um pouco de lucidez, escutava médicos e enfermeiros comentando que não havia o que fazer. Mesmo acamada, eu pedia fôlego a Deus.” Agora, Elisiane celebra a vida, crendo que há um propósito divino em tudo. “Só o Senhor mesmo! Ele me permitiu chegar ao deserto para mudar várias coisas. Meu filho era incrédulo, e meu marido ia à Igreja, mas sem compromisso. Atualmente, estão comigo servindo ao Pai. O Show da Fé é uma bênção. Sempre o recomendo, pois a gente aprende muito com ele”, conclui ela, membro da IIGD em Mathias Velho (R. Florianópolis, 4.544 – Mathias Velho, Canoas – RS, liderada pelo Pr. Juarez de Oliveira).


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Follow by Email
Instagram
WhatsApp