Com prudência se vai longe
1 de dezembro de 2020
Ceia saudável de fim de ano
15 de dezembro de 2020

Fracasso ficou no passado

Ailton Costa – Foto Rodrigo Di Castro

Vícios, doença e ruína financeira deram lugar ao sucesso na caminhada de Ailton Costa


Claudia Santos


Derrotas, maus hábitos e ressentimento. Ailton de Araújo Costa resume seu passado dessa forma. “Não conseguia terminar nada. A vida sentimental e a financeira estavam falidas.”

O rapaz passava a noite na farra. “Porém, eu fazia questão de manter a academia em dia, pois buscava um corpo perfeito com resultado rápido. Então, eu me tornei dependente de anabolizantes.”

Um dos sonhos de Ailton – ingressar nas Forças Armadas – também se frustrou. “Até entrei, mas, quando fui dispensado, fiquei desorientado, porque fazia planos de seguir carreira.”

Nesse período, ele começou a beber muito: “Tudo se tornava motivo para consumir cerveja, vodca, uísque e energéticos. Sempre havia alguém disposto a pagar bebida para mim.”

Discórdia em casa

Em virtude de seu comportamento, o lar de Ailton virou um inferno. “Minha família se irritava com qualquer atitude, e as brigas eram constantes. Meu pai me ofendia e usava palavras pesadas”, detalha.

A situação só piorava: “Comecei a mentir e a ter insônia e sobrepeso. Além disso, fiquei depressivo. Sentia-me completamente sozinho.”

Envolvido com espíritos malignos desde a infância – os familiares levavam Ailton, ainda criança, a esses locais de culto –, o jovem acabou se distanciando daqueles rituais. “Finalmente, percebi: aquele caminho não era para mim.”

O passo para a mudança

Um dia, Ailton conseguiu um trabalho, mas, quando pensou que tudo estava melhorando, ficou doente. “Comecei a tossir muito, perdi peso, e apareceram feridas em meu corpo. Exames detectaram tuberculose no terceiro estágio. O tratamento seria de um ano, no mínimo”, revela.

Nessa época, ele participou de uma reunião de oração na casa de um amigo e lá se rendeu a Jesus. “A partir daquela decisão, meu organismo respondeu aos medicamentos, e fiquei mais forte. Inclusive, tive forças para frequentar a Igreja da Graça.”

Ailton Costa – Foto Rodrigo Di Castro

Nessa trajetória de fé, o rapaz passou pelo processo de transformação em Cristo. “Hoje, estou curado e liberto. Sou microempresário do ramo de festas, casei-me e formei minha família. Só tenho a agradecer a Deus. Louvo ao Senhor todos os dias.”

Quer acompanhar as redes sociais do Jornal Show da Fé?

Clique aqui para ver as novidades diárias do Facebook e aqui para seguir o Instagram.


1 Comment

  1. Cristiano Apolinário Borba Powell Vieira disse:

    Isaias 55 Versículo 6
    Buscai ao Senhor enquanto se pode acha Ivocai o ainda enquanto está perto

    Abençoado Testemunho desse rapaz Ailton Costa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *