Brigas deram lugar à paz
22 de novembro de 2021
Um socorro em plena pandemia
1 de janeiro de 2022

Famílias que vencem

Foto: Arquivo pessoal

Amanda Pieranti


Interceder pelos familiares é uma missão de quem conhece a Deus, segundo o Pr. Hilton Santos. Saiba o porquê disso

Projetada pelo Criador, a família é prioridade dEle e da Igreja Internacional da Graça de Deus, incansável nas tarefas de evangelização e intercessão. “De acordo com a Bíblia, se alguém não cuida dos seus, especialmente dos da sua própria casa, tem negado a fé e se tornou pior do que os descrentes (1 Timóteo 5.8). Orar pelos nossos amados é um mandamento, uma missão”, diz o Pr. Hilton Santos, responsável pela IIGD na Romênia.

Para o pastor, essa instituição é a célula-mãe da sociedade: “Destruindo-a, tudo vai ruir. Teremos menos amor e mais violência”, explica. A Organização das Nações Unidas (ONU) reconhece essa importância. Por isso, criou o Dia Internacional da Família, comemorado em 15 de maio.

O Pr. Hilton cita algumas pessoas, mencionadas nas Sagradas Escrituras, que foram até Jesus clamando pelos seus entes queridos. “Um exemplo é a mulher cananeia. Ela pediu a libertação da filha, que estava endemoninhada, como lemos em Mateus 15.22. Outro caso foi o do pai que tinha um filho lunático, registrado em Marcos 9.17,18.”

Muitos também suplicam a Cristo nos cultos voltados para essa temática, realizados às quartas-feiras, na IIGD. Em função disso, inúmeras pessoas têm sido abençoadas. Conheça algumas dessas histórias.

Vida conjugal da irmã é restaurada

O casamento de dez anos da irmã de Fernanda Rocha de Miranda Ferreira entrou em crise. Edina Maria Silva Rocha e o esposo tinham decidido romper. “Ela havia saído de casa, mas estava bem triste, pois, no fundo, não queria a separação. Então, comecei a suplicar pelo fim daquele impasse, apresentando o nome do casal na campanha da Igreja.”

Fernanda Rocha e a irmã, Edina Maria – Foto: Arquivo pessoal

Na oração, Fernanda encontrou a maneira de guerrear pela irmã sem questionar a decisão dela. “Não falei sequer se um ou outro estava certo ou errado. Apenas busquei a Deus, pois o diabo queria destruí-los, e só o Senhor poderia restaurá-los. Minha mãe passou a clamar pelo mesmo propósito, e o Criador nos atendeu.”

De acordo com Fernanda, três semanas após ela começar a campanha, Edina foi procurada pelo marido para uma conversa, e eles se reconciliaram. “Agora, um ajuda o outro, como uma união conjugal deve ser.”

Grata ao Senhor, Fernanda deixa um recado a quem deseja paz no lar. “É fundamental orar pelos nossos familiares, porque, na aflição, ficamos sem forças para lutar. Ajudamos quando suplicamos por eles.”

 Noras e irmãs fizeram as pazes

Maria de Fátima Calisto de Souza e Silva enfrentou, com fé, as desavenças entre noras e irmãs. “Minhas noras são ciumentas demais. Passaram oito anos brigadas e diziam que nunca mais se falariam. Uma delas chegou a bater na cara da outra, grávida. Eu rejeitava aquela situação.”

Maria de Fátima ora sempre pelos Familiares – Foto: Divulgação IIGD

Já as intrigas entre as duas irmãs duravam cinco anos. “O motivo era o mesmo, ciúmes. Se uma avistasse a outra na rua, logo mudava de caminho, para não se esbarrarem. Só Deus poderia acabar com essas discórdias. Então, passei a clamar nas reuniões com o pastor.”

Maria de Fátima ligava para elas e falava do amor divino. “Eu as aconselhava: ‘Jesus nos perdoou, por isso devemos perdoar a quem nos fez mal’. Confiei no Senhor, e recebi a vitória.” 

Irmã e sobrinho nos caminhos santos

De acordo com Maria de Fátima, as noras voltaram a se falar e, hoje, são amigas. “Jesus também tocou no coração das minhas irmãs. A mais brava pediu perdão à outra, e ela lhe perdoou. Está tudo bem.”

Após a reconciliação, uma das irmãs se converteu ao Evangelho. “Além disso, o filho dela, que estava afastado do Senhor e usava drogas, voltou para a Igreja. Estou feliz com esse milagre e nunca vou deixar de orar pelos meus. Deus é amor e jamais quer ver briga, raiva e desunião.”

Filho é preservado milagrosamente

Nilza da Silva – Foto: Rodrigo Di Castro

Um dos meus filhos trabalha de moto. Certo dia, quando estava saindo para fazer um serviço, um carro o fechou. Ele caiu, e o veículo ficou em cima dele. Apesar disso, ele não sofreu sequer um arranhão. Meu filho diz ter nascido de novo. Esse livramento aconteceu porque participo das reuniões, pedindo ao Senhor proteção. Ele é maravilhoso e ouve as nossas orações.”

Nilza da Silva Machado

Filho é preservado milagrosamente

Daniele e o esposo Álvaro Lopes Cabral – Foto: Arquivo pessoal

“Meu marido atua em uma plataforma. Recentemente, três dias antes de embarcar, ouvi uma voz dizendo que ele não retornaria mais. O inimigo queria colocar o medo da morte dentro de mim, mas enfrentei o mal, suplicando ao Senhor pelo meu esposo. Dias depois, ele pegou covid-19 no trabalho. Quando recebi a notícia, fiquei em paz, pois Cristo tinha me dado a chave da vitória, e meu esposo ficaria bem. A empresa o levou ao hospital e, depois, deixou-o em isolamento em um hotel. Ele teve febre, cansaço, dor no corpo, falta de apetite e perda de paladar. Fiquei longe dele, mas clamando ao Pai na Igreja. Ele se recuperou mediante a campanha. Sempre louvo ao Senhor por meu marido estar vivo e sem sequelas. É importantíssimo orar pela família e buscar apoio na casa de Deus.”

Daniele Gonçalves Chuva Cabral

Solução dos problemas e salvação

Casado com Renata Moreno há 14 anos e pai de dois filhos, o Pr. Hilton Santoslembra a afirmação de Paulo e Silas, em Atos, capítulo 16, versículo 31, quando o carcereiro perguntou como poderia se salvar. “Eles responderam: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa. Orando pelos seus parentes, você vence”.

Segundo ele, a família é alvo do diabo por ser criação de Deus, como lemos em Gênesis 2. “Jesus nasceu em um lar abençoado: Maria, cheia da graça do Altíssimo, e José, um homem justo. O Senhor escolheu esse casal para criar o filho dEle e salvar a humanidade. Quem luta pelos familiares formará filhos, esposas e maridos melhores.”

Hilton salienta que o primeiro contato do ser humano é com a família: “Se ela for desestruturada, o convívio social igualmente será. Na Igreja, somos um só Corpo, no qual você recebe uma palavra de fé e orações.”

Ele destaca as atividades da Igreja da Graça no cuidado com essa instituição: “Há anos, trabalhamos com esse segmento. Oramos pelos casais, pelos filhos e temos os ministérios Homens que Vencem; Mulheres que Vencem; Jovens que Vencem; Crianças que Vencem e, consequentemente, formamos uma família que vence.” A sede da Igreja Internacional da Graça de Deus na Romênia está situada no Teatro Elisabeta, Bulevardul Regina Elisabeta, nº 45, ao lado da Prefeitura de Bucareste, capital do país.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *