Superou insônia, angústia e ansiedade
17 de janeiro de 2021

Do mundo da criança para a família inteira


Amanda Pieranti


As criações da Graça Kids evangelizam pessoas de todas as idades. Francisco Gonçalves se libertou após assistir com a filha ao show da Turminha

Os personagens de uma publicação infantil podem influenciar positivamente o público em geral. Isso aconteceu com Francisco Antonio Gonçalves, então compulsivo, ao conhecer a Turminha da Graça. Mas que turma é essa e o que ela tem a ver com Francisco? Acompanhe a matéria e veja como Deus age de diferentes formas.

A Turminha da Graça é composta por bonecos inspirados na revista mensal de mesmo nome, criada há 15 anos pela Igreja Internacional da Graça de Deus. Trata-se de um dos produtos do selo Graça Kids, pertencente à Graça Editorial, cujo propósito é contribuir para a formação educacional e espiritual de crianças e pré-adolescentes.

A ligação entre esses personagens e Francisco Gonçalves começou quando ele acompanhou a sua filha, Hewellyn Ferreira de Castro, em uma apresentação na Igreja da Graça.

Na época, Francisco ainda era dependente do álcool. Ele ingeriu o primeiro gole aos 19 anos. “Quando comecei a fazer shows à noite, passei a beber ainda mais. Ia tocar em algum lugar, bebia cedo e varava a madrugada.”

Assim, sua vida foi se tornando precária. A bebedeira aos finais de semana se tornou mais frequente, causando conflitos em família. “Quando eu retornava para casa alcoolizado, arrumava briga com minha esposa. Eu tentava mudar, mas não conseguia.”

Francisco, a esposa, vera Lucia, e a filha, Hewellyn, hoje com 20 anos – Foto: Arquivo Pessoal

Certa vez, a mulher dele desabafou com a sogra sobre a situação do marido. “Dias depois, recebi, pelo correio, uma Bíblia enviada pela minha mãe. Sempre acreditei em Deus, mas nem passava pela minha cabeça ter compromisso com Ele. Porém, ao começar a leitura da Palavra, iniciei um clamor pela minha libertação”, conta Francisco.

O primeiro sinal da mudança

Frequentar bares se tornou desconfortável para Francisco. “Passei a repelir aquele ambiente. Deus me mostrou que meu lugar não era ali.” Então, surgiu a vontade de participar de uma igreja. “Perguntava ao Senhor para qual congregação deveria ir. Um dia, soube que a Turminha da Graça estaria na IIGD em Santa Cruz da Serra (RJ), liderada pelo Pr. Antonilton Alves. Minha filha assistia ao grupo pela televisão, e eu disse a ela que a levaria ao evento.”

A menina gostou da ideia, e pai e filha foram juntos. “Quando o pastor começou a pregar, Deus falou ao meu coração que eu deveria congregar ali. Continuei frequentando o local e me firmei com o Senhor até ser liberto. Era como se nunca tivesse posto uma gota de álcool na boca. Hoje, meu casamento é uma bênção, e faço parte do Ministério de Louvor.”

Atualmente com 20 anos, a filha de Francisco se lembra bem do dia em que foi levada pelo seu pai à apresentação dos bonecos na Igreja. Na época com 8 aninhos, nem ela imaginava como tal decisão seria importante para a transformação dele. “Ele se tornou outra pessoa. Com isso, nossa convivência melhorou bastante. Sou grata a Deus pela mudança do papai por meio da Turminha.”

Família também é o alvo

Assim como Francisco, outros adultos são alcançados pela Palavra com o auxílio dos produtos infantojuvenis. Diego Fraguas, coordenador editorial do selo da Igreja da Graça, avalia o motivo de isso acontecer. “Quando alcançamos uma criança, influenciamos toda a família, porque esse pequenino consegue levar o Evangelho para casa, causando transformações.”

Ele se lembra, inclusive, de outra pessoa evangelizada pela Turminha da Graça. “Recebemos uma carta de um presidiário contando que o único material de leitura que havia recebido foi a revista infantil. Ao começar a ler, a conversão se iniciou. Isso prova que alcançamos os adultos sim. Também obtemos feedbacks dos avós. Elas leem a publicação para os netinhos e gostam muito, porque se informam e acabam pegando a revista para evangelizar outra criança.”

Fé, informação e diversão

A missão da Graça Kids é promover os ensinos de Cristo de forma lúdica, leve e criativa, tendo como base a Bíblia. A revista Turminha da Graça existe no mercado há 15 anos, tem tiragem mensal de 66 mil exemplares e é voltada para o público de 4 a 13 anos, com forte presença entre 8 e 10 anos. Além disso, é um dos principais produtos do selo. “Por essa razão, mantemos fé, informação e diversão como os três pilares da revista”, observa Diego Fraguas.

Ao longo do tempo, ela foi modificada, e, há seis anos, a nova Turminha segue a linha evangelística. “Focamos na Igreja, então temos como matéria principal essa abordagem, priorizando informações para a criança sobre o que acontece ao seu redor. Fazemos um Jornalismo voltado para ela, de forma que os pais possam confiar na fonte, utilizada até em trabalhos escolares”, explica Diego.

Diego Fraguas – Foto: Rodrigo di Castro

Assim, os leitores mirins encontram reportagens sobre português, corpo humano, curiosidades a respeito dos animais e lições de música, com direito a um QR Code para a garotada assistir a uma aulinha de música.

De acordo com Diego, a Turminha da Graça é também um importante apoio pedagógico aos professores. “A gente trabalha bastante com versículos no aprendizado da Língua Portuguesa. A publicação ajuda no processo de compreensão do que está sendo ensinado.”

Para colocar todo esse conteúdo divertidamente nas páginas coloridas da publicação e nos produtos, Diego conta com uma equipe de excelência, composta por diagramadores, ilustradores, jornalistas, roteiristas, revisores gramaticais e preparadores de originais.

Quem quiser ter a revista, todo mês, em casa pode fazer a assinatura. “Há a possibilidade de adquirir edições avulsas. Basta acessar o site do Shopping do Povo e comprar a edição de interesse”, explica o coordenador da Graça Kids.

A divertida turma de amigos, composta por Flora, Binho, Caio, Zequinha, Aninha, Likinha, Missionário R. R. Soares e pela cadela Belinha, teve grande aceitação pelo público e se diversificou. Recentemente, a revista passou a contar com as histórias em quadrinhos do Midinho, o Pequeno Missionário, projeto inspirado na trajetória de R. R. Soares.

Os personagens da Turminha da Graça e do Midinho também estão presentes em Bíblias, livros, desenhos animados, cadernos e camisas, sendo interpretados por atores, em programações realizadas nos templos da Igreja da Graça.

Conecte-se com a Graça Kids

Desde 2020, a Graça Kids investe nas plataformas digitais, como o YouTube, e seu canal tem mais de 1 milhão e 200 mil inscritos, e 570 milhões de visualizações.

Na verdade, ele ganhou maior expressão durante a pandemia de covid-19. “O canal foi criado em 2016 e, em seu conteúdo, havia mais vídeos de desenhos. Intensificamos o potencial dele e, com o apoio da equipe de multimídia, investimos na sua divulgação.”

Segundo Diego Fraguas, o mercado infantil vive uma carência de desenhos com lições morais e bíblicas. “Ainda é grande a necessidade de mais desenhos evangelísticos que falem sobre a Palavra de Deus. O público pedia determinados temas até mesmo para os professores das escolinhas bíblicas utilizarem. Assim, começamos a produzir animações da Turminha e do Midinho.”

Equipe Graça Kids (da esquerda para a direita): Morvan Neto – desenhista leiautista; Rafael Barsottelli – Ilustrador desenhista; Maria Costa – diagramadora; Diego Fraguas – coordenador editorial e chefe do setor; Samuel Barsottelli – ilustrador desenhista; Claudio Jorge – desenhista leiautista; e Eric Codo – ilustrador e desenhista – Foto: Rodrigo di Castro

Vem aí… Histórias Inesquecíveis 2 com Kelly Benigno

Não é à toa que o coordenador da Graça Kids afirma: o que faz mais sucesso no selo são as animações no YouTube. “As crianças amam os desenhos do Midinho, o Pequeno Missionário e da Turminha. Em 2021, a gente trabalhou o projeto Histórias Inesquecíveis. Ele segue o modelo de contação de histórias, com participação da cantora Kelly Benigno, e já ultrapassou 700 mil visualizações”, afirma Diego Fraguas.

“Vamos começar a produzir a segunda temporada desse projeto. Depois dos personagens bíblicos masculinos, focaremos nos femininos. Não há uma data definida de lançamento, mas acredito que, em março de 2022, tenhamos o primeiro episódio no YouTube da Graça Kids.”

Ano novo, site novo

Graça Kids ganha website cheio de novidades

A expectativa do coordenador editorial, Diego Fraguas, é que, em janeiro de 2022, os fãs da Graça Kids ganhem um novo website. “Tínhamos um site da Graça Kids e outro da Turminha. Agora, a ideia é termos apenas um, unindo mais ainda a família e a Igreja. É focado na criança, mas também terá matérias exclusivas para os pais.”

Nesse projeto, os professores da escola bíblica terão material de apoio voltado para o público infantil. “Haverá uma seção especial, da qual poderão ser baixados conteúdos evangelísticos com imagens especiais para trabalhar na Igreja.”

Diego antecipa outra novidade: do portal poderá ser baixado um kit festa. “Vai comemorar o aniversário do seu filho? Haverá materiais gráficos para download, e será possível montar painéis temáticos da Turminha e do Midinho.”

Na aba Play Kids, os pequenos poderão ler histórias em quadrinhos e acessar o Recorte & Brinque. “Será uma área de diversão. A criança poderá fazer o download de imagens com os personagens para recortá-los e brincar com eles.”

Desse universo digital, Diego destaca a seção Música, onde todos terão a oportunidade de ouvir as canções da Graça Kids e assistir aos clipes. “É um mundo de possibilidades.”

E não haverá mais o CD encartado na revista Turminha da Graça, com mensagem do Missionário R. R. Soares e duas músicas. O produto será adaptado para o ambiente virtual, com o podcast Palavras Pequenas. “A criança escutará tudo isso no celular, computador, tablet ou notebook. Assim, temos a possibilidade de alcançar mais os pequenos por meio da mensagem do Missionário”, conclui Fraguas.

Equipe Graça Kids (da esquerda para a direita): Morvan Neto – desenhista leiautista; Rafael Barsottelli – Ilustrador desenhista; Maria Costa – diagramadora; Diego Fraguas – coordenador editorial e chefe do setor; Samuel Barsottelli – ilustrador desenhista; Claudio Jorge – desenhista leiautista; e Eric Codo – ilustrador e desenhista


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Follow by Email
Instagram
WhatsApp