Ela ficou morta durante 15 minutos
15 de março de 2021
Pernas da menina ficaram do mesmo tamanho
31 de março de 2021

Dias de milagres no Paraná

O Missionário realizou oito reuniões no estado, uma delas no Paraná Clube – Foto: Rodrigo Di Castro

Amanda Pieranti e Claudia Santos


Enfermidades na perna e na coluna chegaram ao fim. Essas foram algumas bênçãos alcançadas por quem participou dos cultos realizados pelo Missionário

“Estou aqui para orar pela sua cura e pela restauração da sua aliança com Deus. Creia que Ele está aqui e vai lhe dar vitória sobre as doenças ou qualquer outro problema”, afirmou R. R. Soares, durante um dos sete cultos realizados no Paraná, em 10 de fevereiro. No mesmo dia, ele visitou os templos da Igreja da Graça na cidade de Piraquara, nos bairros Colombo, Sítio Cercado e Bairro Alto, em Curitiba; Pineville e Jardim Weissópolis, em Pinhais; e Jardim Paulista, no município de Campina Grande do Sul, onde estava Marilda Santos de Lima.

Marilda Santos – Foto: Rodrigo Di Castro

Marilda sofria de distúrbios reumáticos havia 12 anos e sentia muita dor nos membros inferiores. “Minhas pernas travavam, e eu tinha dificuldade de andar e subir escadas. Não podia mais sair sozinha, pois corria o risco de cair. Apesar de tomar medicamentos diariamente, a dor era constante, e eu não conseguia uma posição para dormir. A ajuda dos meus filhos para cuidar da casa era indispensável. Um deles me trouxe à reunião.”

Quando chegou à Igreja, Marilda se sentou em frente ao altar e determinou o milagre. Ela participou da oração da fé confiante. “Fui marchando e cantando o louvor Caminhando eu vou para Canaã, e Deus me abençoou.”

De acordo com Marilda, após a súplica, o desconforto cessou. “Ando bem e posso dobrar o joelho. A dificuldade de subir escadas também acabou. Retorno para casa com a bênção”, afirmou emocionada, enquanto subia os degraus do altar.

Parecia levar choque nas pernas

Evangelista Vital – Foto: Rodrigo Di Castro

Durante 15 anos, Evangelista Vital de França padecia de artrose nos joelhos. A situação se agravou após um acidente de moto. Os tratamentos de nada adiantavam, e ele se locomovia com sacrifício. De acordo com os especialistas, a cirurgia seria a solução. Entretanto, a fila de espera no hospital público era grande, e não havia previsão de quando o procedimento aconteceria. “As coisas já estavam difíceis para mim, e uma queda piorou meu estado de saúde.”

Ele caiu após um carneiro lhe dar uma cabeçada. “Perdi o equilíbrio, e o peso do meu corpo ficou todo em cima do meu joelho esquerdo. O acidente afetou também o calcanhar, e passei a ter dificuldades para subir e descer escadas”, conta Evangelista, que reside na zona rural.

As limitações físicas de Evangelista dificultavam seu trabalho como agricultor. “Além disso, não conseguia posição favorável para dormir. Às vezes, parecia estar levando choque nas pernas. Porém, meu sofrimento terminou após a oração do Missionário. Mandei a dor embora, e estou caminhando bem. Agora, quero voltar a andar de moto, a cavalo, de bicicleta e participar das partidas de futebol com os amigos. Jesus me curou.”

Sequelas da covid-19 desapareceram

Maria Bernadete – Foto: Rodrigo Di Castro

Infectada pelo novo coronavírus, Maria Bernadete Reway teve vômitos, tosse e cansaço, além de dor na garganta e no corpo. A recuperação foi lenta, e a enfermidade deixou sequelas. “Sentia dificuldade de executar certos movimentos. Como os medicamentos eram ineficazes, clamei pela ajuda divina.”

Ao saber da reunião de R. R. Soares na IIGD em Piraquara, Maria decidiu participar: “Clamei com fé, e o Senhor me ouviu. Estou ótima. Vou colocar a casa em ordem e fazer uma grande faxina”, conta.

Dor não a deixava andar nem dormir direito

Eucares Mendes – Foto: Rodrigo Di Castro

Durante 20 anos, Eucares Mendes da Silva Rocha sofreu de inflamação no joelho esquerdo. Ela não conseguia mais subir e descer escadas nem se locomover direito. Os tratamentos com fisioterapia, injeções e vários remédios não surtiam o efeito desejado. “Meu sono era intranquilo, e eu precisava do auxílio do meu marido nas tarefas domésticas”, revela.

Eucares relata que sua perna estava sempre inchada e só melhorava quando a colocava para cima. Apesar das limitações, ela participou do culto em Colombo. “Fui determinando a vitória, e Deus me atendeu. Estou feliz, pois voltarei a cuidar do meu lar.”

Poderá brincar com o neto

Gilda Aparecida – Foto: Rodrigo Di Castro

A saúde debilitada modificou a rotina de Gilda Aparecida Julião. “Meu problema na coluna durava cinco meses. Isso me atrapalhava no cuidado com a casa, ao andar, brincar com meu neto ou pegá-lo no colo. Só conseguia segurá-lo sentada, pois meu braço esquerdo e minhas pernas doíam demais.”

Às vezes, a coluna de Gilda incomodava tanto que atingia a cabeça. Quando soube do encontro de fé no Bairro Alto, ela sentiu que era seu dia de tomar posse da bênção. “Fui confiante, e Jesus operou o milagre.  Poderei brincar com meu neto, segurá-lo ou levá-lo para passear. Também quero faxinar a casa.”

Não necessita mais da bengala

Ilda Deniz – Foto: Rodrigo Di Castro

Há 12 anos, um acidente lesionou o joelho direito de Ilda Deniz, impedindo-a de caminhar perfeitamente. Na mesma época, ela levou um tombo na rua e machucou os pés. “Isso agravou minha situação, e fiquei, por muito tempo, sem conseguir andar e sentindo dor. Dependia do meu filho e da minha nora para tudo. Quando melhorei, só me locomovia de bengala.” 

As medicações eram ineficazes, e Ilda piorava a cada dia. Esperando receber um milagre, ela foi à reunião do Missionário em Pineville, Pinhais, e alcançou a cura. Após o clamor pelos enfermos, ela teve a saúde restaurada: “Não preciso mais daquele apoio”.

Ela retomará as atividades físicas

Telma Cristiane – Foto: Rodrigo Di Castro

Telma Cristiane Silva padecia de hérnia de disco e problemas no nervo ciático. “Sou cuidadora de idoso, e estava difícil fazer meu trabalho; qualquer esforço era um sofrimento. Eu não podia ficar desempregada. Fiz vários tratamentos, porém a enfermidade permanecia, impedindo-me de cuidar da minha casa sozinha.”

Membro da IIGD, Telma compareceu ao culto ministrado por R. R. Soares, crendo que Jesus poderia curá-la, e foi abençoada. “Depois da oração, consegui me agachar e andar com rapidez pela Igreja. Quero voltar à minha vida normal, inclusive retomar as atividades físicas na academia. Cuidar da casa e trabalhar sem dor também será maravilhoso.”

Livre das sequelas do AVC

Domingos Alcelmo – Foto: Rodrigo Di Castro

Durante o encontro de fé no Jardim Weissópolis, em Pinhais, o Missionário falou que Deus é verdade e consolo para quem sofre. “Permaneça firme, pois o Altíssimo nunca abandona quem tem como guia a Palavra dEle. O Senhor é soberano e está aqui para abençoar você”, afirmou o líder da Igreja da Graça. De posse dessa promessa, Domingos Alcelmo renovou sua confiança no Todo-Poderoso e foi curado.

Alcelmo ficou abalado e fisicamente debilitado após a morte do seu filho de três anos. “Tive um AVC e estive internado durante 30 dias, sendo sete deles em coma. No entanto, a recuperação foi incompleta. Quando recebi alta, tremia bastante. Além disso, perdi a força no braço e na perna e não pude mais trabalhar. Andando com dificuldade, cheguei à Igreja. Usei a fé, e Jesus me concedeu a vitória. Recuperei a firmeza ao caminhar”, afirma ele, que deseja voltar logo ao trabalho. 

Vai dar folga ao marido

Marili Nicolau – Foto: Rodrigo Di Castro

Com hérnia de disco, bico de papagaio e artrose, Marili Nicolau sentia dor intensa e não conseguia andar direito. “Como minha perna travava, eu dependia do meu marido para me ajudar na higiene pessoal. Ele também cozinhava para mim. Já a minha nora limpava a casa. No frio, o sofrimento se intensificava. Em 2015, fiz uma cirurgia para resolver o problema, mas não melhorei. Os medicamentos de nada adiantavam.”

Durante o culto do Missionário, tudo mudou. “Só queria ser curada, e Jesus me atendeu. Poderei cuidar da minha casa e dar folga ao meu marido e à minha nora. Valeu a pena participar desse evento do Ano da Retomada.”

Foram 30 anos sentindo dor

Francisco de Souza – Foto: Rodrigo Di Castro

O Missionário realizou mais um encontro de fé no estado, no dia 20 de fevereiro, no espaço Torres, no Paraná Clube, em Curitiba. “Deus quer guardar você, salvar sua alma e fazê-lo feliz. Tudo o que você pedir, em o Nome de Jesus, crendo, receberá”, afirmou ele, referindo-se a Mateus 21.22, antes de orar pelo povo. Francisco de Souza participou do clamor e foi abençoado. Ele padecia de dor nas pernas havia 30 anos e tinha dificuldade de caminhar.

“Minhas pernas inchavam e pesavam. Os tratamentos eram ineficazes. Só sentia alívio quando me deitava e as colocava para cima. No momento em que o Missionário chamou os participantes à frente, fui expulsando o mal. Depois da oração, a dor desapareceu, e pude andar bem.”

“Presente de Deus”

Lurdes Ribacki – Foto: Rodrigo Di Castro

As pernas de Lurdes Ribacki doíam havia cinco anos. Nos últimos meses, a situação piorou devido à artrite, artrose e ao desgaste nos joelhos. “Andar e subir escadas estava difícil, e os especialistas disseram que eu precisava operar. Fui ao culto crendo na minha recuperação, e Jesus me atendeu.”

Durante a súplica pelos enfermos, os joelhos de Lurdes melhoraram. “Caminho com rapidez e passos firmes. Consigo ainda dobrar e levantar as pernas, algo antes impossível. Agora, subirei os degraus do ônibus com tranquilidade e limparei a casa. Também ligarei para o meu filho, pois quero contar a ele que meu sofrimento acabou. Recebi um presente de Deus.”

Não trabalhava nem dormia direito

Letícia da Veiga – Foto: Rodrigo Di Castro

Letícia da Veiga Dias estava com dor na coluna havia 15 dias, o que a prejudicava no trabalho. “Faço salgados e, para prepará-los, preciso pegar embalagens de massas que pesam até 7kg. Esse esforço me debilitava. As medicações eram ineficazes, e, quando minha avó falou sobre a reunião no Paraná Clube, resolvi participar, certa de que sairia de lá bem. No clamor, falei para Deus: Hoje, serei curada. E assim aconteceu. Pude me movimentar sem limitação e consegui me abaixar quatro vezes. Retorno para o meu lar vitoriosa. Já posso trabalhar e dormir tranquilamente, pois aquele mal atrapalhava até meu sono.”  

Fé revigorada

Pr. Fernando Ferreira – Foto: Rodrigo Di Castro

“É especial receber o Missionário R. R. Soares em nossa cidade. Mesmo sabendo que os milagres acontecem mediante a pregação do Evangelho, ficamos emocionados em presenciar tantas maravilhas. É revigorante e inspirador para a nossa caminhada com Jesus. Que eventos como este sempre sejam realizados em Curitiba”, declarou o Pr. Fernando Ferreira de Albuquerque, líder da Igreja da Graça no Paraná.

Ele convida todos a participarem dos cultos na sede estadual da IIGD na capital paranaense, situada na Rua José Loureiro, 603 – Centro.

PARTICIPE DAS REUNIÕES NOS TEMPLOS DA IGREJA DA GRAÇA EM:

PIRAQUARA

Av. Getúlio Vargas, 756 – Centro

Jardim Paulista – CAMPINA GRANDE DO SUL

Rua Duílio Calderari, 2.339 – Jardim Paulista

BAIRRO COLOMBO – Curitiba

Rua Abel Scuissiato, 366 – Alto Maracanã

BAIRRO ALTO – Curitiba

Rua José de Oliveira Franco, 2.027

PINEVILLE – PINHAIS

Rua Líbia, 557

JARDIM WEISSÓPOLIS – PINHAIS

Av. Iraí, 1.852 (IIGD)

SÍTIO CERCADO, CURITIBA

Rua Izaac Ferreira da Cruz, 3.800


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Follow by Email
Instagram
WhatsApp