Mamografia pode salvar vidas
11 de outubro de 2021
Milagres na Hungria
25 de outubro de 2021

Crises de asma nunca mais!

Foto: Divulgação IIGD Irajá

Amanda Pieranti


Matheus Gomes Vieira tinha quase três anos de idade quando apresentou o primeiro quadro asmático, necessitando ficar internado. “Às vezes, eu estava brincando, e vinha uma grande falta de ar”, lembra-se.

A situação piorava após a mudança do tempo. “Porém, depois, as crises passaram a acontecer em todas as épocas do ano. Era frequente a ida dele ao hospital”, acrescenta a mãe, Luciana da Conceição Gomes.

Sem domínio das Sagradas Escrituras, ela enfrentou anos de luta. “Sentia medo da doença, mas venci isso e consegui forças para ajudá-lo. Passei a estudar a Palavra na Igreja da Graça em Irajá (RJ) e a entender o sacrifício de Jesus a fim de nos sarar.”

A reviravolta

A última crise de Matheus aconteceu na véspera do Dia das Mães, em 2019. “Ele foi medicado no hospital mais uma vez. Após o retorno à nossa casa, de madrugada, acordei para orar. Declarei a restauração da saúde dele, como se estivesse falando com as vias respiratórias do meu filho: ‘Você vai funcionar normalmente. Tudo o que Deus faz é bom, e Matheus está curado!’. Li a Bíblia e entendi que eu precisava colocar a armadura do Senhor e guerrear.”

No dia seguinte, a mensagem do Altíssimo foi confirmada pela Pra. Gorete Moura, durante o culto do Dia das Mães. “Antes de terminar a pregação, ela falou que Jesus estava curando os asmáticos.”

A bênção foi completa. Nem a pandemia de covid-19 abalou a família. “Se fosse antes da cura, eu ficaria com receio de meu filho adoecer gravemente. Porém, estamos enfrentando bem esta fase. Ele nunca mais sentiu falta de ar”, diz a mãe. E o menino, de apenas oito anos, confirma o milagre: “Jesus me curou”.


1 Comment

  1. Ester Oliveira disse:

    É lindo ver os milagres de Deus nas nossas vidas, também é maravilhoso compartilhar tamanha alegria devido a cura dos nossos irmãos em Cristo Jesus. Que Deus abençoe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *