Jornal Show da Fé – 185
1 de junho de 2021
Diabo queria beber o sangue dele
1 de julho de 2021

Alimentação, forte aliada da saúde

Foto: Arquivo pessoal

Amanda Pieranti


Desde o início da pandemia de covid-19, cuidar do sistema imunológico se tornou ainda mais necessário, especialmente para quem é do grupo de risco.

Segundo a médica Ana Sodré, graduada em epidemiologia, fortalecer a imunidade não impede o contágio, mas pode diminuir as chances de se contrair diversos tipos de infecções, incluindo o novo coronavírus.  

“Um bom sistema imune vai cuidar dessa vigilância, patrulhando os órgãos de defesa e as portas de entrada (boca, pele, mucosa vaginal, orofaringe e nasofaringe), mantendo a saúde como um todo”.

Taissa Müller – Foto: Arquivo pessoal

A nutricionista Taissa Müller concorda: embora não haja alimento que previna ou cure a covid-19, ter uma alimentação saudável e balanceada é fundamental. “Opte pelos alimentos com alto teor nutricional, ricos em vitaminas e minerais, como frutas, verduras e legumes, e fique longe de fast-food, beba muita água e durma bem”.

Suportes ao sistema imune

Membro do Instituto Brasileiro de Nutrição Funcional (IBNF), Taissa observa: uma alimentação rica em vitaminas C e D, além de zinco, dão ótimo suporte ao sistema imunológico.

“Em relação à vitamina C, por exemplo, cerca de 400ml de suco de laranja (dois copos), por dia, são suficientes para suprir os 200mg necessários. E ainda tem caju, acerola, limão, além da batata-doce, dentre outros. Os sucos verdes também são excelentes apostas e podem variar entre couve, limão e gengibre.

No entanto, a vitamina C, quando ingerida em excesso e por um longo período, pode afetar o funcionamento dos rins e, até mesmo, interferir na ação de medicamentos.

De acordo com ela, o sistema imune possui enzimas dependentes do zinco, que é encontrado em carnes, castanhas, nozes e sementes, como chia, de abóbora e girassol. “Combate o cansaço físico e mental, aumenta os níveis de energia, melhora a memória e regula a produção de diversos hormônios”.

Vitamina D na dose certa

Já a vitamina D, além da imunidade, é associada à diminuição de cansaço e da fraqueza muscular e como auxiliar no combate a doenças respiratórias. Entretanto, a suplementação só pode ser feita depois de medir os níveis em exame de sangue.

“O salmão é um peixe rico, e existem alguns alimentos no mercado que adicionam a vitamina D artificialmente, mas o exame é fundamental para definir a dose diária necessária”, afirma a nutricionista, alertando: o excesso pode causar mal-estar, elevação de cálcio no sangue, e consequentes problemas renais.

Portanto, vale a regra para todo tipo de medicação: procurar um especialista, a fim de que ele avalie e receite o que for necessário, nas doses certas para cada indivíduo.


7 Comments

  1. Carolina Sousa disse:

    Sensacional! o jornal do Missionário dando dicas de alimentação! Amo reportagem assim, parabéns!

  2. Adriana disse:

    Excelente matéria!!
    Em tempos, de tantas dúvidas, é sempre bom termos informações sendo passadas de forma clara e correta. Parabéns!!!!!!

  3. Juliana disse:

    Alimentação é essencial sempre!!!

  4. Que matéria completa e super pertinente para o momento que estamos vivendo. Mais do que nunca é importante cuidar da sua para manter a imunidade em dia. Parabéns!

  5. Elias Antoine disse:

    Muito boa a materia!! Bem educativa, trazendo informações úteis pra ajudar a melhorar a saude dos leitores e internautas. Parabéns!!!

  6. Gláucia disse:

    Verdade, precisamos muitoooo melhorar nossa alimentação, esse Covid veio para alertar as pessoas quanto estamos nos destruindo, muitos produtos alimentícios sem qualidade, muitos industrializados, muitas coisas que são proibidas em outros países é liberado no nosso.
    tive consciência quando engravidei, com ajuda do meu esposo que ficou muito no meu pé, cortamos consideravelmente o consumo de açúcar, farinha branca, a qual não entra mais aqui em casa,
    Alimentação do nosso fino é a base de tudo orgânico, sem açúcar, farinha branca, chega ser chato as vezes, mas sabemos que um filho saudável é mais importante que as coisas ditadas pela indústria alimentícia e farmacêutica.
    recomendo livro BARRIGA DE TRIGO, muito bom!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *