“Meu marido estava condenado à morte”
31 de julho de 2021
Corria risco de ficar cega
1 de setembro de 2021

“Sou uma mulher vitoriosa”

Foto: Arquivo pessoal

Claudia Santos


Tamara Correia da Silva começou a trabalhar aos 15 anos, vendendo pão caseiro feito pela mãe, de porta em porta, no pequeno bairro onde morava. O dinheiro das vendas e o pequeno salário do irmão mais velho eram as únicas fontes de renda da família de sete pessoas. “Só consegui um trabalho formal aos 16 anos, em uma imobiliária, ganhando 120 reais mensais”. 

Na época, ela possuía uma bicicleta e nem imaginava ter condição financeira para tirar carteira de habilitação e, muito menos, comprar um veículo. Mas, participando dos cultos na Igreja da Graça, aprendeu a determinar bênçãos na área econômica, e sua vida começou a mudar. “Deus me honrou colocando pessoas maravilhosas em meu caminho, as quais me ajudaram. Consegui comprar um caminhão e passei a fazer transporte de cargas”.

Não se abateu

Certo dia, Tamara foi assaltada, e levaram o veículo. Sem poder trabalhar como caminhoneira, a situação financeira voltou a ficar difícil. Contudo, ela não se abateu. Confiou no Todo-Poderoso e, mais uma vez, foi abençoada. “Antes de perder o caminhão, tinha feito um curso de designer de sobrancelha e resolvi investir na profissão”.

No entanto, ela estava com pouco recurso para iniciar o negócio. Então, teve de vender a máquina de costura e alguns itens de aviamento com os quais fazia artesanato, a fim de conseguir uma renda extra. “Arrecadei R$ 2.400 e pude comprar material e montar um espaço de atendimento na minha residência”.

Deus fez mais do que ela pediu

O trabalho fez sucesso, e, pouco tempo depois, Tamara comprou um furgão, no qual atendia às clientes. “Eu levava todo o equipamento no veículo, incluindo maca, cadeira, iluminação e material. Porém, desde quando dirigia o caminhão, meu sonho era abrir uma empresa de design de sobrancelhas. Às vezes, passava em frente a uma sala vazia, em um bairro mais afastado do Centro da cidade, e determinava: Ainda vou abrir meu negócio aqui, em Nome de Jesus!”. 

E o Senhor fez mais do que ela pediu: “Tenho um estabelecimento no Centro com os melhores equipamentos e sou reconhecida como empreendedora. Além disso, comprei um apartamento. Minha luta foi grande, mas nunca deixei de acreditar em Deus. Sou uma mulher vitoriosa em Cristo”.


1 Comment

  1. Betina Correia da Silva disse:

    Glória a Deus, Ele é fiel 🔥

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *