“Jesus foi bom para você”
20 de abril de 2021
Jornal Show da Fé – 184
1 de maio de 2021

Recebeu o fôlego de vida

Foto: Rodrigo di Castro

A covid-19 deixou Alvino Escobar em estado grave, mas algo extraordinário aconteceu após o clamor dele e da esposa


Claudia Santos


A febre acima dos 40°C e a falta de ar obrigaram Alvino Felipe Escobar a procurar um hospital, onde foi diagnosticado com o novo coronavírus. Mesmo diante do severo quadro de saúde, ele foi medicado e liberado. “No dia seguinte, meu marido piorou. Não tinha força para falar nem se levantar da cama. Até delirava por causa da alta temperatura corporal”, conta a esposa, Laureane Fonseca, que levou o marido de volta ao pronto-socorro.

Uma tomografia constatou o agravamento da doença: “O pulmão dele estava 80% comprometido. Como a unidade hospitalar se mantinha superlotada, pois era o auge da pandemia, o médico receitou alguns remédios e o mandou para casa. Apesar das medicações, a febre persistia. Ele também sentia fraqueza nas pernas e precisava de ajuda para ficar de pé e tomar banho. Além disso, tinha crises de tosse e dificuldade para respirar”, lembra-se Laureane.

Oração e água consagrada

Alvino permaneceu dois meses nessa situação e perdeu 10kg, pois não conseguia se alimentar direito. Ainda assim, ele não queria voltar ao hospital, temendo ser entubado. Por isso, orava pela cura com a esposa e a equipe de fé da Igreja da Graça em São Leopoldo (RS), onde é pastor. O casal também suplicava pela bênção nos programas do Missionário R. R. Soares.

“Meu marido bebia pequenas porções da água consagrada ao Senhor diariamente, determinando a vitória. Confiávamos que Jesus faria o milagre. Certa noite, enquanto ele dormia, pedi ao Altíssimo que soprasse o fôlego de vida nas narinas dele, conforme fez com Adão, e fui atendida”, revela a esposa.

Abraço e emoção

Ao amanhecer, Laureane se dirigiu até a cozinha para fazer o café para os filhos e deixou Alvino dormindo. De repente, foi surpreendida ao vê-lo de pé, pedindo algo para comer. “Levei um susto, pois ele só conseguia se levantar com minha ajuda e não pedia comida. Em seguida, eu o abracei emocionada e grata ao Todo-Poderoso. Preparei ovos com queijo e chá, e ele comeu tudo.”

Após a refeição, Alvino perguntou se a esposa, na madrugada, tinha soprado em seu nariz, pois sentiu alento quando isso aconteceu. Ele disse que também havia pedido ao Criador o fôlego de vida. “Contei que fiz a mesma oração, e Deus nos atendeu. A partir daquele momento, ele recuperou a firmeza nas pernas, e a febre e a falta de ar sumiram”, declara Laureane.

Em cinco dias, o pastor estava saudável e de volta ao altar da Igreja. “Em meio à sensação de morte, mantive a fé. Era difícil dormir, mas acreditei nas promessas do Senhor e venci a enfermidade. Naquele momento, senti um bem-estar imenso. Foi maravilhoso”, completa Alvino.

A IIGD em São Leopoldo, liderada pelo Pr. Alvino Escobar, está localizada na Rua Saldanha Gama, 959 – Centro – Rio Grande do Sul.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Follow by Email
Instagram
WhatsApp