Recuperou saúde e independência
3 de janeiro de 2021
Milagres na Volta da Vitória no Paraná
10 de janeiro de 2021

“Eu tinha medo de morrer”

Marle Andrade – Foto: Rodrigo Di Castro

A declaração é de Marle Andrade, que sentia muita dor no peito, mas não podia fazer tratamento. Saiba como ela se recuperou


Claudia Santos


Após um tempo sentindo forte dor no peito, Marle Andrade procurou um médico. “No posto de saúde próximo à minha casa, um clínico geral me atendeu, mas, sem descobrir a causa do incômodo, não me receitou medicamento. Ele pediu apenas que eu fosse a um cardiologista o mais rápido possível, porque poderia ser distúrbio no coração.”

Como não havia tal especialista naquela unidade de saúde, Marle retornou para casa sem saber o que fazer, pois os hospitais públicos demoram a marcar esse atendimento. “Eu não conseguia trabalhar e estava sem dinheiro para pagar uma consulta. Nem meus filhos tinham condição de me ajudar com essa despesa.” 

A enfermidade piorava, principalmente quando Marle fazia esforço. “Certa vez, passei mal dentro do supermercado. Tive de largar no carrinho tudo o que estava comprando e voltar sem nada. Também precisava da ajuda dos meus filhos nos serviços de casa. Quando eles estavam trabalhando, uma vizinha me auxiliava.”

“Nunca mais senti dor”

Ela sofria ainda de falta de ritmo nos batimentos cardíacos. “Eu tinha medo de morrer e deixar meus filhos sozinhos. Como não conseguia atendimento com um especialista, busquei a cura em Deus.”

Marle clamava com o Missionário R. R. Soares durante o Show da Fé. Um dia, enquanto ele orava pelos enfermos, ela se ajoelhou em frente à televisão, determinou o fim daquele mal, e Jesus a atendeu. “A partir daquele momento, nunca mais senti dor no peito nem arritmia. Até voltei a trabalhar.”

Mesmo livre do incômodo, ao receber o primeiro salário, Marle pagou uma consulta com um cardiologista. “Fiz vários exames, e nenhum apresentou problema. Se eu tinha alguma doença do coração, Deus me curou. Ele operou esse milagre há 12 anos, e continuo saudável”, finaliza. Ela congrega na Igreja da Graça na Cidade deCordeiro, no Rio de Janeiro, situada na Rua Padre André Boaventura, 94 – L1, liderada pelo Pr. Antônio Agostinho.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *